Chá mate: 9 benefícios e como fazer

Must Read


O chá mate é uma bebida preparada com as folhas e talos da erva mate, uma planta medicinal da espécie Ilex paraguariensis, rica em cafeína, polifenóis, flavonóides, vitaminas e minerais, que lhe conferem muitos benefícios para a saúde, como combater o cansaço, baixar o colesterol, ajudar no emagrecimento e fortalecer o sistema imunológico.

O chá mate pode ser encontrado em ervanários, lojas de produtos naturais, mercados e algumas feiras livres, na forma de folhas e talos secos ou saquinhos de chá, podendo ser consumida na forma de infusão, chimarrão ou tereré, por exemplo.

Devido ao alto teor de cafeína no chá mate, esta bebida deve ser consumida de acordo com orientação médica ou de um nutricionista, pois deve-se considerar o consumo total diário de cafeína, para não ultrapassar a quantidade de cafeína que pode ser consumida por dia. Veja a quantidade de cafeína que pode ser consumida por dia.  

Os principais benefícios do chá mate para saúde são: 

1. Ajuda a emagrecer

O chá mate pode ser usado para ajudar a emagrecer, pois a cafeína presente na sua composição tem efeito termogênico, que acelera o metabolismo, fazendo com que o organismo gaste mais energia e aumente a queima de gordura visceral. 

Além disso, este chá retarda o esvaziamento gástrico e aumenta a sensação de saciedade, reduzindo o apetite, sendo muito útil para o emagrecimento.

No entanto, o uso do chá mate deve ser feito com orientação do médico, e fazer parte de uma dieta balanceada indicada pelo nutricionista. Veja como fazer uma dieta para emagrecer com saúde

2. Combate o cansaço

A cafeína presente no chá mate tem ação direta no cérebro e age bloqueando os efeitos da adenosina, uma substância que provoca cansaço e sono, e aumentando a liberação de neurotransmissores, como adrenalina, noradrenalina, dopamina, glutamato e serotonina, o que causa o seu efeito estimulante. 

Desta forma, o chá mate ajuda a combater o cansaço e o desânimo, sendo uma ótima opção para ser tomado ao acordar e depois do almoço. No entanto, deve ser evitado à noite, e à partir do final da tarde, pois pode causar insônia e dificultar o sono.

Os mesmos benefícios foram encontrados no chá mate leão tostado, erva mate, no chimarrão e no tererê.

3. Melhora a atenção e a concentração

Além da cafeína presente na sua composição, com ação estimulante cerebral, o chá mate também possui vitaminas do complexo B, que participam do metabolismo de nutrientes para fornecer energia para o corpo, o que ajuda a aumentar o rendimento mental, melhorando o raciocínio, a atenção, concentração e a memória.

O consumo do chá mate é indicado especialmente para estudantes, e pessoas em ambiente de trabalho com o objetivo de manter o estado de alerta, e aumentar a motivação e a produtividade. 

4. Melhora o humor

O chá mate é rico em teobromina e cafeína, que ajudam a aumentar os níveis de serotonina no cérebro, um neurotransmissor relacionado com a regulação do humor, ritmo cardíaco, sono e apetite. Dessa forma, o chá mate pode ajudar a melhorar o humor e combater os sintomas de depressão e ansiedade.

5. Ajuda a baixar o colesterol ruim

O chá mate é rico em substâncias como ácido nicotínico, ácido ursólico e saponinas, com ação antioxidante que ajudam a baixar os níveis de colesterol ruim e triglicérides. Além disso, as saponinas do chá mate ajuda a diminui a absorção de gordura dos alimentos, o que também contribui para baixar o colesterol.

No entanto, o chá mate não deve substituir o tratamento com remédios e dieta indicado pelo médico para colesterol alto, podendo ser usado para complementar o tratamento médico. Confira os principais remédios para baixar o colesterol.  

6. Previne doenças cardiovasculares

Os polifenóis, o ácido cafeico e ácido clorogênico presentes no chá mate, possuem ação antioxidante potente, que ajudam na redução do colesterol ruim que é responsável por formar placas de gordura nas artérias. Assim, o chá mate pode ajudar a diminuir o acúmulo de gorduras nos vasos sanguíneos e reduzir o risco de doenças cardiovasculares como aterosclerose, infarto ou derrame cerebral.

No entanto, o consumo regular do chá mate não substitui o tratamento médico com remédios e não exclui a necessidade de fazer uma alimentação saudável, pobre em gorduras. 

7. Ajuda no controle da diabetes

O chá mate possui ácidos clorogênicos na sua composição, com propriedades antioxidantes e hipoglicemiantes, que ajudam a reduzir os danos causados pelos radicais livres nas células e a diminuir a produção de glicose pelo fígado, regulando os níveis de glicose no sangue, o que pode ajudar a controlar a diabetes.

Um estudo [1] mostrou que o chá mate tostado, consumido nas quantidades de 330 mL, 3 vezes por dia, por 60 dias, ajudou a reduzir os níveis de glicose no sangue e de hemoglobina glicada, o que pode ser útil para controlar a diabetes.

No entanto, é importante ressaltar que o chá mate deve complementar o tratamento indicado pelo médico para a diabetes, não devendo substituí-lo. Veja como é feito o tratamento da diabetes

8. Melhora o rendimento muscular

O chá mate pode ajudar a reduzir a inflamação muscular causada pelo exercício físico, acelerando a recuperação dos músculos e diminuindo a dor após o treino.

Além disso, o chá mate também ajuda a melhorar a disposição e potencializar o desempenho nos treinos, além de ser importante para facilitar o início de atividades físicas devido ao seu efeito estimulante.

9. Fortalece o sistema imunológico

O chá verde é rico em saponinas que possuem ação anti-inflamatória, além de vitaminas e minerais, como a vitamina C, selênio e zinco, com propriedades antioxidantes, que ajudam a fortalecer o sistema imunológico, prevenindo  e ajudando no combate de infecções.

Como fazer o chá mate

O chá mate pode ser ingerido quente ou gelado, e pode-se adicionar algumas gotas de limão.

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) de folhas torradas de erva-mate;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar as folhas de erva-mate na xícara de água fervente, tapar e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Coar e tomar a seguir. Pode-se consumir até 1,5 litro de chá mate por dia.

Como fazer chimarrão

O chimarrão é uma bebida indígena comum nas regiões sul da América do Sul, que é feita a partir da erva-mate e que deve ser preparada em um recipiente específico, conhecido como cuia. Nessa cuia, é colocado o chá e também uma “bomba”, que funciona quase como um canudo que permite beber o chimarrão.

Para preparar em forma de chimarrão deve-se colocar a erva-mate, para chimarrão, dentro da cuia até preencher cerca de 2/3. Depois, tampar a cuia e inclinar o recipiente até que a erva fique acumulada em apenas um dos lados. Por fim, encher o lado vago com água quente, antes de entrar em ponto de ebulição, e colocar também a bomba até ao fundo da cuia, mantendo um dedo na abertura do canudo e encostando a bomba sempre na parede da cuia. Usar a bomba filtradora para tomar o chá, ainda quente. Veja outras formas de consumir a erva mate

Possíveis efeitos colaterais

O chá mate é relativamente seguro quando consumido ocasionalmente. No entanto, quando ingerido diariamente pode levar ao surgimento de efeitos colaterais, especialmente relacionados à cafeína presente na sua composição, como dor de cabeça, insônia, dificuldade para dormir ou aumento da pressão arterial.

Além disso, alguns estudos [2,3,4] mostram que o chá mate quando consumido por tempo prolongado, pode aumentar o risco de desenvolvimento de câncer no trato respiratório e digestivo, devido a presença de hidrocarbonetos aromáticos na sua composição, que tem o mesmo efeito da fumaça do cigarro e de alimentos grelhados.

Quem não deve tomar

O chá mate é contraindicado para crianças, grávidas e pessoas com insônia, nervosismo, distúrbios de ansiedade ou pressão alta, devido ao seu alto conteúdo em cafeína.

Além disso, por reduzir os níveis de açúcar no sangue, esta bebida só deve ser utilizada em diabéticos com conhecimento do médico, já que pode ser necessário adequar o tratamento.

O chá mate também não deve ser consumido por pessoas que utilizam medicamentos inibidores da monoamina oxidase (IMAO), como selegilina, moclobemida, isocarboxazida, fenelzina, nialamida, iproniazida ou tranilcipromina, por exemplo.



Source link

- Advertisement -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -spot_img
Latest News

Veja galeria de fotos de Cuiabá x Internacional, pelo Brasileirão

Veja galeria de fotos de Cuiabá x Internacional, pelo Brasileirão - Gazeta Esportiva <!-- Futebol/Campeonato Brasileiro Veja galeria de fotos de...
- Advertisement -spot_img

More Articles Like This

- Advertisement -spot_img